News

Capacidade da Barragem do Paúl vai ser aumentada

MUNICÍPIOS DO PLANALTO BEIRÃO E ÁGUAS DO PLANALTO VÃO AUMENTAR CAPACIDADE DA BARRAGEM DO PAÚL


Projeto visa reforçar em mais 300 mil metros cúbicos a capacidade total da infraestrutura, o equivalente a um mês de consumo nos meses de verão

A Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão (AMRPB) e a Águas do Planalto chegaram a acordo para aumentar a capacidade da Barragem do Paúl no correspondente a um mês de consumo no Verão. A decisão foi tomada numa reunião realizada hoje, em Tondela, onde estiveram presentes representantes da AMPB e da Águas do Planalto, assim como os cinco presidentes dos concelhos que são abastecidos pela empresa: Carregal do Sal, Mortágua, Santa Comba Dão, Tábua e Tondela.


O aumento da capacidade da Barragem do Paúl é um desejo antigo da AMRPB e da Águas do Planalto, já que permite ampliar a resiliência do sistema de abastecimento de água aos cinco concelhos que fazem parte da concessão. Uma segurança para os mais de 68 mil utilizadores servidos pela Águas do Planalto, numa altura em que as alterações climáticas estão a causar cada vez mais problemas no abastecimento de água em todo o mundo. Recorde-se que, de acordo com o IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera, mais de 66% do país estava em seca severa no passado mês de fevereiro.


A decisão agora tomada levará a um reforço de 300 mil metros cúbicos de capacidade da Barragem do Paúl (cerca de 12,5%) através do aumento de aproximadamente um metro da infraestrutura de contenção de água. A AMRPB irá dar entrada com o projeto de obras junto das entidades competentes, provavelmente, ainda no primeiro semestre deste ano. 


Para Leonel Gouveia, Presidente da Associação de Municípios do Planalto Beirão e da Câmara Municipal de Santa Comba Dão, “esta obra estruturante é uma enorme mais-valia, não só para a população dos cinco concelhos servidos pela Águas do Planalto, mas para toda a região centro do País”. “Com o aumento da capacidade da albufeira da Barragem do Paúl, garantimos uma maior segurança no abastecimento de água às nossas populações”, afirmou ainda. Leonel Gouveia sublinha também que este projeto comum à AMPB, Águas do Planalto e às cinco autarquias é uma “prova da união e do esforço coletivo que estas entidades fazem em prol das populações que servem”.


“Trabalhamos há 25 anos em conjunto com a AMRPB e com estas cinco autarquias, sempre com o objetivo de melhorar o serviço que prestamos. Este aumento da capacidade da Barragem do Paúl é um projeto pensado há muito, e que vai permitir assegurar a manutenção da qualidade do serviço mesmo em períodos em que se verifique maior escassez de água”, garante Paulo Oliveira, presidente da Águas do Planalto.


Desde 1997 responsável pela exploração e gestão dos serviços municipais de abastecimento e de distribuição de água dos municípios de Carregal do Sal, Mortágua, Santa Comba Dão, Tábua e Tondela, a Águas do Planalto, concessão gerida pela Aquapor, foi sempre distinguida pela ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos pela qualidade da água para consumo com o Selo de Qualidade Exemplar de Água para Consumo Humano.